55 11 4232-9671 contato@avivamissoes.com.br

Um discípulo é um aprendiz, um seguidor de um mestre. No Novo Testamento a palavra discípulo aparece por mais de 250 vezes nos evangelhos e no livro de Atos, descrevendo os seguidores de Jesus, aquele que criam Nele. Um discípulo é, sobretudo um imitador. Ele não está apenas interessado em absorver os ensinos do seu Mestre, mas principalmente, reproduzir sua vida, seguir as pisadas, fazer como o mestre faz. Por isso disse Jesus: “Basta ao discípulo ser como o seu Mestre”. Ser um discípulo de Jesus é nele crer, mas sobretudo, estar seguindo o Mestre de perto buscando ser como Ele é(1).

1- Neste momento de sua vida, você se chamaria à si mesmo de seguidor de Jesus Cristo?Por que você diz isso? Você vê evidência de sua fé conforme descrito em Lucas 6:40?

Como eu posso tornar um discípulo?

O processo para tornar-se discípulo de Jesus começa com uma decisão. A decisão de segui-lo. Às margens do Mar da Galiléia, Jesus viu Pedro e André, Tiago e João e os convidou a segui-lo. Imeditamente eles deixaram o barco e as redes e o seguiram. Tornar-se discípulo de Jesus implica em escolher deixar o próprio caminho e segui-lo, reconhecendo que Ele é o Único caminho para Deus. Tornar-se discípulo de Jesus significa renunciar a si mesmo e a própria vontade para obedecê-lo.

“Siga-me, e eu vou fazer você pescadores de homens” (Mateus 4:19), a Bíblia registra uma mensagem que Ele proclamou antes disso. Em Mateus 4:17, Jesus disse: “Arrependa-se, pois o reino dos céus está próximo”.

É importante lembrar que antes de Jesus dizer: “Sigam-me e eu vos farei pescadores de homens”. Ele disse: “arrependam-se”. O arrependimento e a fé são a porta de entrada no Reino de Deus. Na ética divina o SER vem antes do FAZER. A missão de fazer discípulos representa a nossa principal ocupação, mas o arrependimento e a fé representam quem nos tornamos diante de Deus.Parte superior do formulário

2- Leia cuidadosamente os Efésios 2 e leve algum tempo para considerar as verdades que apresenta. Você confia na morte de Cristo para sua salvação?

 

Você já teve dificuldade com a crença de que precisa fazer algo para se salvar?

O Senhor da Graça

Deus manifestou a sua graça, trazendo salvação para a humanidade. Graça é favor imerecido. Aquilo que recebemos sem merecer.Tudo que recebemos pelo Evangelho é a partir da maravilhosa graça de Deus. Precisamos compreender que não havia nenhum mérito em nós para que o Eterno derramasse sobre nós a sua salvação. Apesar dos nossos pecados, apesar da inimizade que havia entre nós e Ele, apesar de quem nós somos. O Senhor da graça enviou seu Filho, nos deu o que tinha de melhor para nos resgatar da condenação eterna a que estávamos submetidos.

Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.  (Efésios 2: 8-9).

A salvação não procede dos homens, a salvação vem de Deus. Não somos salvos por aquilo que fazemos, mas por aquilo que Jesus fez. Engana-se quem pensa que suas obras ou boas atitudes podem lhe assegurar a vida eterna. A fim de quem ninguém se glorie, ninguém será salvos por boas obras. A salvação é um dom de Deus.

Paulo é bastante firme quando nos diz: Acaso não sabem […] vocês não são de si mesmos? Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês.  (1 Coríntios 6: 19-20).

O preço do nosso resgate foi pago por Jesus. E foi um alto preço. A nossa salvação, portannto, foi conquuistada por Jesus e nos oferecida, pela graça e pela fé. A humanidade foi redimida pelo sangue de Jesus derramado na cruz e agora todo aquele que crê é chamado a viver para glória de Deus e como propriedade exclusiva do Senhor.

3- Avalie seu modo de seguir Jesus. Você pode dizer que o enxerga como seu Senhor, Mestre e Proprietário? Explique sua resposta.(2)

Tudo se resume no amor

Deus deu seu Filho unigênito porque nos amou de tal maneira e nós devemos nos entregar a Ele diariamente de todo coração. O amor de Cristo nos constrange, disse o apóstolo Paulo e deve ser o amor a motivação maior que nos leve a servi-lo e viver para o seu louvor.

Perguntaram, então, a Jesus qual seria o maior dos mandamentos e Jesus resumiu tudo no amor.

 

“Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: Ame o seu próximo como a si mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas”. (Mt 22:37-40)

O maior desafio do verdadeiro discípulo de Jesus é viver no amor, pelo amor e para o amor. Quem ama conhece a Deus porque Deus é amor. E esse amor é demonstrado não apenas por palavras, mas sobretudo por atitudes. As nossas ações podem demonstrar amor até mesmo por nossos inimigos.

4- Olhando para a sua vida, como você diria que seu amor por Deus é mostrado em suas ações? (Se você está com dificuldade para responder a essa pergunta, separe algum tempo para refletir acerda das mudanças que talzez precisem ser feitas em seu estilo de vida).

Avalie o custo

Existe um custo para ser discípulo de Jesus. Há um preço a pagar e Jesus deixa isso claro. Seguir a Jesus é algo que traz recompensas para esta vida e também para a vindoura, bençãos terrenas e também para a eternidade, contudo, não podemos ignorar que seguir ao Mestre da Vida envolve a disposição de renunciar.

Uma grande multidão ia acompanhando Jesus; este, voltando-se para ela, disse: “Se alguém vem a mim e ama o seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos e irmãs, e até sua própria vida mais do que a mim, não pode ser meu discípulo. E aquele que não carrega sua cruz e não me segue não pode ser meu discípulo”.

“Qual de vocês, se quiser construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o preço, para ver se tem dinheiro suficiente para completá-la? Pois, se lançar o alicerce e não for capaz de terminá-la, todos os que a virem rirão dele, dizendo: Este homem começou a construir e não foi capaz de terminar”.

“Ou, qual é o rei que, pretendendo sair à guerra contra outro rei, primeiro não se assenta e pensa se com dez mil homens é capaz de enfrentar aquele que vem contra ele com vinte mil? Se não for capaz, enviará uma delegação, enquanto o outro ainda está longe, e pedirá um acordo de paz”.

“Da mesma forma, qualquer de vocês que não renunciar a tudo o que possui não pode ser meu discípulo”. (Lucas 14:25-33)

No texto acima Jesus diz que para alguém ser seu discípulo é preciso renunciar a si mesmo, tudo quanto tem, a família se for preciso e carregar a sua cruz. Falando sobre o planejamento necessário para uma construção, Ele nos ensina a avaliar os custos de segui-lo. O preço a pagar é a renúncia. Quem não renuncia tudo não pode ser discípulo de Jesus.

5- Se você optar por obedecer ao chamado para seguir Jesus, o que custaria para você? (Evite ser vago. Se seguir Jesus lhe custar bens materiais, confortos ou relacionamentos específicos, faça uma lista desses custos.)

 

Vale a pena segui-Lo?

Pedro lhe disse: “Nós deixamos tudo o que tínhamos para seguir-te!”

Respondeu Jesus: “Digo-lhes a verdade: Ninguém que tenha deixado casa, mulher, irmãos, pai ou filhos por causa do Reino de Deus deixará de receber, na presente era, muitas vezes mais, e, na era futura, a vida eterna”. (Lc 18:28-30)

6- O que pode impedir você de seguir Jesus neste momento? Você está disposto a desprender-se dessas coisas, se for necessário?

7- Antes de concluir esta lição, passe algum tempo em oração. Peça a Deus que trabalhe em seu coração e o prepare para o que vem adiante. Não é preciso ter todas as respostas ou saber especificamente como Deus o usará. Ele simplesmente o chama para segui-lo aonde quer que Ele possa levá-lo. Ao orar, seja honesto sobre suas dúvidas, hesitações e medos. Peça-lhe forças para ir adiante e segui-lo, qualquer que seja o custo. Em outras palavras, deposite nele sua fé.

  

1Texto: Pr. Valdivan Nascimento – IEAB Feira de Santana – BA.

2Perguntas: Extraídas do livro: “Multiplique” – CHAN, Francis – Editora Mundo Cristão

IMPRIMIR