Fixo: 55 11 4232-9671 - WhatsApp: 55 11 94168-5491 contato@avivamissoes.com.br

TEXTO BÍBLICO: Marcos 3:20-35

Vs.20 – “…Nem sequer podiam comer”. – Veja o que Jesus disse em João 3:32-34, acrescente também Mt 4:4. Parece que aqui há um grande contraste com a nossa realidade. Jesus se dava às multidões e as alimentava, mas nós dificilmente encontramos tempo para o nosso próximo, aliás, se isto acontecer dificilmente será tirado do nosso tempo de refeição, pois, comer para nós é algo de suprema importância. Isto nos pensar se os nossos valores estão adequados ao Reino de Deus.

Vs. 22-30 – A gravidade da blasfêmia contra o Espírito Santo.

É muito perigoso atribuir as obras e operações do Espírito Santo como sendo obras de Satanás. É pecado imperdoável.

Se você conhece a verdade, deve sempre examinar bem um fato à luz da Palavra de Deus antes de julgá-lo. Se você tiver dúvidas, não julgue. Espere a confirmação de Deus. Ele não nos deixa confundidos.

(Sl 25:2; I Cor. 14:33).

Por outro lado, cuidado também para não se deixar enganar pelo inimigo. Ele é um grande imitador da obra de Deus, mas nós podemos identificá-lo através do discernimento espiritual. (I João 2:26-27;  4:1-3).

Vs. 26-27 – Amarrando o “valente”.

Aqui Jesus nos dá algumas “dicas” sobre estratégia para a batalha espiritual. É importante que o inimigo seja identificado, pois, normalmente, ele fica em oculto (pois é das trevas) ou usa muitos disfarces. (II Cor. 11:13-15). Identifíque-o e, através das armas adequadas, vença-o! (II Cor. 10:4-5).

Pergunta: O que estes versículos nos ensinam sobre a batalha espiritual necessária para conquistarmos as bênçãos espirituais e, principalmente, para resgatarmos nossos familiares e amigos que estão escravizados pelo inimigo?

Vs. 21, 31-35 – A verdadeira família de Jesus.

Os Seus (familiares) preocupados com o seu “desequilíbrio” por não atender às suas necessidades básicas, como comer bem, dormir bem, etc., então vieram “prendê-lo” para levá-lo de volta à Nazaré e então “ajudá-lo”, mas o que Ele respondeu? (vers. 31-32).

Pergunta: Você se considera um verdadeiro membro da família de Deus? Por que?

IMPRIMIR