A Obra em Braga/Portugal – A Trajetória da Mis. Neide A. Santos | DGEM - Diretoria Geral Evangelismo e Missões
Fixo: 55 11 4232-9671 - WhatsApp: 55 11 95190-4513 contato@avivamissoes.com.br

IEAB BRAGA/PORTUGAL – UM RELATO DE SUA HISTÓRIA!

Em contato com nossa Missionária Neide A. Santos, que se encontra em Braga-Portugal, a mesma nos passou parte de sua história naquele País, acompanhe alguns detalhes e veja o agir de Deus naquele lugar através de seu relatório:

A paz do Senhor Jesus Cristo.

Um breve relato de quando cheguei na cidade de Braga, e como tem sido minha caminhada de trabalho nesta cidade. No ano de 2005, eu me encontrava na Espanha em um projeto pela DGEM, porém por falta de recursos o projeto foi descontinuado, sendo assim fui desafiada pelo Pastor José Carlos dos Santos a vir para Portugal para assumir a direção da nossa Igreja aqui na cidade, pois a mesma estava sem Pastor. Depois de orar, e partilhar com meu Pastor, João Pereira dos Santos (Taubaté), aceitei o desafio e vim para Portugal. Porém, devido a questão de documentação, não pude permanecer e tive que retornar para o Brasil, para aquisição do Visto de Residência, para então poder retornar a reassumir a igreja. Porém, infelizmente, a igreja por neste intervalo de tempo, se desligou de nossa denominação, o que me impediu de poder retornar, pois minha documentação estava a ser trabalhada com visto de Ministro de Culto Evangélico, então, já não tinha mais como ser comprovado pelas leis do pais os motivos do pedido e dessa forma o visto foi negado.

Bem, com isto permaneci no Brasil, e fui enviada para trabalhar no Campo de Pouso Alegre, a Dirigir uma congregação, na cidade de São Gonçalo do Sapucaí. Trabalhei arduamente com aquela pequena congregação, que para a gloria de Deus pude realizar em 7 meses em que lá estive, levar as aguas do batismo 5 pessoas. Porém, devido questões de saúde, pois estava a recuperar-me de um infarto e um coagulo na artéria e pelo fato de a cidade ter uma altitude muito alta, não pude permanecer, retornando assim, para minha cidade (Taubaté) para cuidados com minha saúde. Onde trabalhei com a igreja local, auxiliando em diversas áreas, como por exemplo, liderança de jovens e adolescentes, discipulados, aulas na EBD e Coordenadora e Professora do Núcleo do Curso Teológico, implantado no Campo.

E foi ai, no inicio do ano de 2010 que recebi novamente a proposta para retornar a Portugal, que estava a ser reativada. Conversei com meu Pastor, oramos por um tempo sobre o assunto, e depois então de analisar e entender ser a vontade de Deus retornarmos, aceitei a proposta. Ao chegar cá, a realidade era totalmente outra da qual me havia sido passado. Cá estava eu novamente com o problema de documentação. Contudo, as coisas tomaram outros rumos e a senhora que estava a frente, ao qual vim para auxiliar, fechou a igreja, e com ela saíram estes também, pois não eram batizados, apenas frequentadores. E foi quando o Pastor José Carlos (na época aqui estava ligada ao Campo de vila Arapuá), me pediu para assumir. O que fiz com muito amor e temor a Deus.

No entanto, fiquei muito limitada em relação a realizar o trabalho pois como disse anteriormente, novamente havia me deparado com a situação da minha documentação, o que me levou a ficar 3 anos me meio ilegal no país, o que me deixou limitada acerca de muitas coisas.

Conversando com um dos meus lideres (Pr. João Santos), sobre a situação, e orientada e incentivada a não olhar para a circunstâncias e sim para o propósito para o fato de que Deus tinha com certeza um plano por ter- me enviado para cá, e que eu confiasse em Deus e começasse a orar para que portas de lares se abrissem, pois meu Ministério não deveria ficar preso a um púlpito de igreja apenas, e sim, estar atenta ao vento do Espírito para onde ele estivesse querendo me direcionar. E foi então que começaram a surgir algumas portas. A primeira, foi a casa de uma família de ciganos, que abriu-se e passamos a orar semanalmente. Depois, nos foi cedido, pelos donos do café aqui ao lado do prédio onde moro, e a mesma que é administradora da casa onde moro, uma sala de aula pertencente ao café deles, onde passamos a nos reunir. Ficamos uns 3 meses. Porém, o trabalho onde há crianças ciganas, exigem um pouco mais de nós (atenção redobrada), e como eu era (sou)sozinha, não tendo ninguém para me auxiliar nos momentos durante o culto, e pregações e elas mexiam nos trabalhos manuais dos cursos, e já se criavam um clima muito ruim com os donos do café (PS: Bom esclarecer que aqui em Portugal existe um preconceito muito grande da parte dos português para com a cultura cigana).

Bem, ali, ficamos pouco tempo. Como disse anteriormente, por um bom tempo, fiquei limitada à algumas questões burocráticas devido a questão de documentação. Não podendo nem sequer alugar um salão para nos reunirmos. Mas com a graça de Deus seguimos em frente. Mas houve um momento em que não pudemos mais permanecer neste local.

Como não tínhamos mais onde nos reunirmos, passei a reunir-me com esta família em sua casa. E, depois de orarmos muito ao Senhor, mais uma casa se abriu. Esta, todavia, é de uma irmã que é uma das remanescentes da nossa igreja do passado, a única que consegui contactar, pois os demais já frequentavam outras denominações. Então, Passei me reunir mais uma vez na casa da outra família cigana e com ela, sua filha, e mais um irmão, uma vez na semana. Considerando o fato de que era muito longe e haviam limitações, não podíamos nos reunir todos. Bem, assim ficamos, por durante um ano. No ano de 2013, iniciamos uma Célula Universitária. Apesar de termos tido frutos, pra a gloria do Senhor, mas como se é de esperar, são imigrantes que acabam por retornarem ao seu pais de origem. Esta Célula então, não teve continuidade. No ano de 2014, tivemos o privilegio de colher o 1º fruto do nosso trabalho. Três jovens haviam sido discipuladas e uma delas, sentiu o desejo de passar pelas aguas. O que aconteceu no dia 07 de Setembro de 2014. Onde também, a aproveitar a data de aniversário de nossa denominação, em momento oportuno, após a Ceia do Senhor, fizemos um período de oração de agradecimento a Deus pela nossa Denominação e agradecimento também pelo primeiro fruto da IEAB aqui em Braga após sua reabertura. Já no ano de 2015, o Senhor nos abençoou e tivemos a oportunidade de alugarmos um pequeno salão (era o que podíamos), glorias a Deus! Onde estamos até hoje. Neste mesmo ano tivemos a oportunidade de levar as aguas do batismo mais uma jovem, para a glória do Senhor! Novamente em 7 de setembro pudemos fazer uma simples apresentação com as nossas crianças em comemoração por mais um ano de nossa denominação. No ano de 2016, nos unimos ao DGEM novamente e no mês de janeiro, para a glória do Senhor, pudemos realizar mais um, desta vez foram duas pessoas. Em 1º de Maio, comemoramos o dia do Jovem Avivalista e recebemos uma família na comunhão. No mês de Agosto tivemos o privilegio de termos connosco o nosso Pastor da Itália, Pr. Miquéias Vizoto, que nos abençoou com a palavra. Também tivemos o privilegio de termos connosco em um culto de Terça-feira, a Missionária Elza Janoni, que nos abençoou com a Palavra. Mais uma vez, pudemos realizar um culto de comemoração pelo aniversário de nossa denominação. No ano de 2017, mês de Abril, recebemos a vista do Diretor Geral de Evangelismo e Missões, Pr. Alirio Misael com sua Esposa irmã Marlei, o qual nos abençoou com a palavra. E no mês de julho tivemos a oportunidade de levar as aguas do batismo, mais um irmão, para a glória do Senhor! No final do ano, mês de Setembro, Iniciamos uma Célula na Cidade de Coimbra, na Casa da irmã Danuza e seu esposo Douglas. Porém, por questões pessoais ela precisou retornar por um tempo ao Brasil e retornou agora no mês de abril, e estamos tentando retomar a célula na casa deles novamente (Peço que orem neste sentido). Bem, este foi um resumo de meu trabalho aqui na cidade de Braga. Apesar das limitações, tenho buscado me colocar a disposição de Deus para realizar sua obra aqui nesta cidade e conquistar almas para o seu reino. Necessito de vossas orações a meu favor.

No Amor do Rei das Nações, Braga, Julho de 2018.

Mis. Neide A. Santos

ABAIXO SEGUE “FOTOS MOSAICOS” DE MOMENTOS NA IEAB BRAGA/PORTUGAL:


ÁLBUM DE FOTOS

A NAÇÕES E OS POVOS CONTAM CONTIGO…

Seja um Missionário Virtual atuante!!!

IMPRIMIR