Fixo: 55 11 4232-9671 - WhatsApp: 55 11 94168-5491 contato@avivamissoes.com.br

NOVA LISTA DE PERSEGUIÇÃO 2019 – ORE!

ENTENDA A LISTA MUNDIAL DA PERSEGUIÇÃO

Você sabe como a Portas Abertas define o ranking dos 50 países onde os cristãos são mais perseguidos por causa fé em Jesus? Leia o artigo para entender como funciona a metodologia

A Lista Mundial da Perseguição (LMP) é uma das principais ferramentas da Portas Abertas para monitorar e medir a dimensão da perseguição aos cristãos no mundo, e existe há mais de 25 anos. Porém, a Portas Abertas já investigava a situação da Igreja Perseguida desde os anos 1970. 

O departamento de pesquisa da Portas Abertas desenvolveu uma metodologia própria para o processo de elaboração da Lista Mundial da Perseguição, que se repete anualmente. O período da pesquisa da LMP 2019 foi 1/11/2017 a 31/10/2018. A metodologia  evoluiu gradativamente nos anos 1980-1990. Em 2012, foi totalmente revisada a fim de aumentar a credibilidade, objetividade, transparência e qualidade acadêmica. Em 2013 e 2016, novos refinamentos foram feitos para aprimorar a metodologia.

Situações de perseguição apresentam uma realidade bastante complexa. Às vezes, apenas viver em um mundo caótico cria desafios suficientes para cristãos e seus semelhantes. Outras vezes, pode resultar de antipatia ou ódio contra os cristãos (ou pode ser que, em uma dada situação, os cristãos tenham dificuldades tanto como cidadãos comuns quanto por sua fé – “dupla vulnerabilidade”), o que podemos considerar perseguição.

ACOMPANHE A LISTA:

ANÁLISE DE 2019
A última pesquisa anual com 150 países, que monitora a dificuldade de se viver como cristão, a tendência geral da Lista Mundial da Perseguição de 2019 é 73 nações, quase metade, mostrou níveis de perseguição extremos, severos ou altos. Um ano antes, eram 58 países.

A Coreia do Norte permanece em 1° lugar na Lista Mundial da Perseguição, desde 2002. Não há sinais de melhoria para os cerca de 300 mil cristãos existentes no país. Estima-se um número entre 50 a 70 mil cristãos norte-coreanos presos em campos de trabalho forçado.

Uma das formas de ajudar os cristãos que sofrem perseguição e violência por causa de sua fé, apontados por Marco Cruz, é pela oração. “Sejam específicos na oração de vocês. Orem pelos cristãos perseguidos, pelo Governo destes países”, recomenda.

RANKING POR NÍVEL DE HOSTILIDADE AOS CRISTÃOS
1 Coreia do Norte
2 Afeganistão
3 Somália
4 Líbia
5 Paquistão
6 Sudão
7 Eritreia
8 Iêmen
9 Irã
10 Índia
11 Síria
12 Nigéria
13 Iraque
14 Maldivas
15 Arábia Saudita
16 Egito
17 Uzbequistão
18 Mianmar
19 Laos
20 Vietnã
21 República Centro-Africana
22 Argélia
23 Turcomenistão
24 Mali
25 Mauritânia
26 Turquia
27 China
28 Etiópia
29 Tajiquistão
30 Indonésia
31 Jordânia
32 Nepal
33 Butão
34 Cazaquistão
35 Marrocos
36 Brunei
37 Tunísia
38 Catar
39 México
40 Quênia
41 Rússia
42 Malásia
43 Kuwait
44 Omã
45 Emirados Árabes Unidos
46 Sri Lanka
47 Colômbia
48 Bangladesh
49 Territórios palestinos
50 Azerbaijão

NÚMEROS DE CRISTÃOS MORTOS POR SUA FÉ
2016 – 7.106
2017 – 1.207
2018 – 3.066
2019 – 4.305

Estima-se que 50 a 70 mil cristãos norte-coreanos estão presos em campo de trabalho forçado. Desde 2002, a Coreia do Norte é o país mais violento do mundo contra quem professa a fé em Jesus Cristo. A lista 2019 foi publicada nesta quarta-feira (16). Atualizada há 25 anos pela Missão Portas Abertas, a Lista Mundial da Perseguição (LMP) é uma das principais ferramentas para monitorar e medir a dimensão das hostilidades como resultado da identificação da pessoa com Cristo. Segundo o levantamento publicado nesta quarta-feira (16), considerando os fatos registrados em 2018, pelo menos 245 milhões de cristãos experimentam níveis “severos” de perseguição.

Em entrevista exclusiva à Comunhão, o secretário-geral da Portas Abertas, Marco Cruz, explicou que a lista é baseada em extensas pesquisas de especialistas internos e externos. O monitoramento analisa os tipos de violência, o panorama do país e as ameaças aos quais os cristãos estão submetidos.

DAS 4.136 MORTES POR FÉ CRISTÃ DOS 50 PAÍSES DA LISTA, A NIGÉRIA SOZINHA REPRESENTA CERCA DE 90% (3.731)

“A Portas Abertas apoia o cristão perseguido para que ele tenha condições de ser sal e luz em seu contexto e alcance outros em seu país”, explica Cruz.

Perguntado sobre como os cristãos que têm liberdade de professar a sua fé podem ajudar a propagar o Evangelho, Marco Cruz aconselha: “Sendo testemunho. Sendo sal e luz. Jesus nos chama para ser testemunhas. Precisamos viver o Evangelho do Senhor Jesus e compartilhar as Boas Novas. Só Jesus é o caminho para o Pai. Crê no Senhor Jesus e será salvo você e sua casa”, finaliza.

 Fonte: Missões Portas Abertas

 

COMO FICA SEU CORAÇÃO DIANTE DESTA REALIDADE?

DEUS CONTA CONTIGO!!!

MÃOS A OBRA MISSIONÁRIO VIRTUAL!
Não posso IR, mas posso ENVIAR…

IMPRIMIR